Hide 'N Seek

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Hide 'N Seek

Mensagem por Sophia Todorov em Qui Jan 15, 2015 11:18 am


Sophia é reservada, racional, muito consciente e estável. Abandonou a timidez para se tornar mais simpática, agradável e companheira, cativando a todos em seu local de trabalho com facilidade. Ama mais do que tudo seu trabalho, então abre mão de qualquer coisa que possa interferir nele, inclusive relacionamentos. Após uma grande decepção amorosa não conseguiu mais confiar em homem algum e optou por viver sozinha, evitando qualquer contato masculino mais próximo. Decidida, não muda de ideia sem argumentos que considere convincentes o suficiente. Seu medo de uma nova decepção amorosa fez com que ela naturalmente passasse a afastar qualquer homem que tentasse se aproximar e isso levou muitos colegas de trabalho a afirmarem que ela teria se tornado homossexual. Sophia "ficava" mesmo com algumas garotas, elas pareciam bem mais fáceis de lidar do que os homens e mesmo assim fazia tudo pra não se apegar a nenhuma. Tudo se resumia ao bom e velho sexo casual. Só que isso começou a levantar olhares e afirmações preconceituosas a seu respeito, coisa que não aconteceria se fosse um homem. Teve sua honra questionada em serviço de sua pátria e isso a deixava furiosa, já que respirava pelo seu trabalho, vivia em função do serviço militar, que para uma filha de um general russo chamado Viktor Todorov, pareceu uma melhor opção do que seguir carreira em outras áreas que para ela não pareciam tão importantes quanto o trabalho de seu pai, idolatrado como um herói. Entrou para a força aérea, onde passou a trabalhar muito nova, subindo na hierarquia militar, até o cargo de Primeiro-Sargento. Apesar de sua simpatia, Sophia sabe impor respeito em seus subordinados e trata todos de uma forma muito técnica e profissional. 
Seu pai sempre foi muito frio e ausente em sua vida e após a morte de sua mãe aos 7 anos, pareceram se distanciar ainda mais, a única forma de conseguir ficar perto do pai foi alistar-se na força aérea, para assim poder ser motivo de orgulho pra ele, o que não aconteceu. Com os boatos sobre sua sexualidade e o estilo de vida nada tradicional que levava, encheram o coração de Viktor de desprezo e vergonha. Ele evitava ao máximo qualquer contato com a filha e isso é o que mais a sufoca. Tudo o que mais queria era poder ter o vínculo com o pai de volta, mas isso parece impossível. Ainda assim ela não desiste e tenta se destacar em seu trabalho para mostrar que é boa no que faz de melhor, e que mesmo não sendo uma mulher russa tradicional como ele queria, ela ainda merece seu respeito como primeiro-sargento. Assim, luta dia e noite para criar sobre si uma imagem melhor nas forças armadas e conquistar a o reconhecimento do pai, que nunca lhe deu valor algum. Nessa noite estava escalada para a guarda noturna junto com outros soldados para garantir a segurança dos caças e helicópteros militares. Achava isso bem chato, mas pelo menos ficava um pouco mais sozinha e podia repensar um pouco sobre a própria vida e sua perspectiva de futuro que não era nada animadora. Para uma mulher em carreira militar, que é um ambiente totalmente machista, não tem muito pra onde crescer. Pensava em mudar para o serviço de inteligência que não exigiria tanto de sua força física, mas ainda não tinha idéia do que ia fazer a partir dali. Buscava algum conforto nas conversas com um soldado de elite, um SPETSNAZ, para suportar a pressão do trabalho e toda a problemática familiar envolvida. Ele era seu único amigo ali dentro, o único homem em quem confiava o bastante para manter por perto. Ele tinha características que atraíam mulheres de todos os quartéis, até em missões externas e isso despertava a curiosidade de Sophia em saber como ele conseguia enlouquecer as mulheres em volta assim tão fácil. Só que o seu medo era maior que a curiosidade e por isso ela não tomava nenhum passo nesse sentido. O tinha como amigo e mantinha assim, mesmo sabendo que agora ele estava solteiro e que nada o impediria, Sophia era insegura demais pra acreditar que logo aquele soldado ia se interessar por ela. Naquela noite sabia que ele estava escalado para a base naval, então com certeza não o veria até a manhã seguinte, durante a troca da guarda. Ou não...
- Sargento Todorov! Você tem trabalho a fazer. - o General Brodski se aproximava. Sophia batia continência e permanecia em silêncio, ouvindo o que ele tinha a dizer. - Encontre o soldado Dragunov, preciso que saiam para uma missão de resgate agora mesmo. Me encontrem na minha sala que eu direi os detalhes da missão.
- Agora mesmo, senhor!
Respondeu prontamente, saindo em direção à base naval onde o soldado se encontrava abrindo um sorriso quando ninguém mais poderia ver, feliz por poder encontrar o soldado ainda naquela noite e mais do que isso, poder trabalhar com ele em uma de suas missões. Era a primeira vez que trabalhariam juntos, ela já o admirava tanto pelo que ficava sabendo, mas agora poderia ver de perto do que ele é capaz. Conferiu no caminho mesmo se os cabelos presos em rabo de cavalo ainda estavam bem alinhados e apressava os passos, sem conseguir esconder a ansiedade para essa missão. Só quando chegava perto e o avistava de longe, voltava a recompor uma postura mais rígida e caminhava em passos firmes até um local que ele pudesse vê-la de onde estava e acenava, chamando-o para vir até ela.
avatar
Sophia Todorov

Mensagens : 1
Localização : Rússia/Moscou

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hide 'N Seek

Mensagem por Vincent Dragunov em Sex Mar 13, 2015 7:53 am




The Night Watch

Tartus - Syria - Russian Naval Facility

"Perdido dentro de uma sombraApague os pecados que cometi
Celestialmente recompense-me
Com clemência ao meu destino"
──── Kamelot -  Desert Reign

Aquela base naval foi construída ainda durante a Guerra Fria. A Rússia enviou mísseis de cruzeiro anti-navio avançados para a Síria, os funcionários afirmaram que o movimento exemplifica a extensão do apoio da Rússia para o governo sírio e seu líder em apuros, o presidente Bashar Assad. Um sinal do compromisso da Rússia para o governo sírio. E Dragunov comandava a equipe de uma dúzia de navios de guerra para proteger a base naval russa na costa da Síria. Não tardamos muito em chegar ao local de destino: Tartus, na Síria. O patrulhamento deveria ser reforçado depois de ter as autoridades americanas exigindo que os escudos anti-aéreos fossem removidos, o que seria apenas mais uma manobra deles como "controladores do mundo". Eles que pensem que podem dominar a Mãe-Rússia dessa forma. Com o calor da conversa entre essas autoridades fez-se necessário o reforço da patrulha, evitando assim que pudessem ocorrer focos de sabotagem por parte do governo inimigo.

Durante todo o dia a equipe se instalou e dividiu os turnos de vigília. Dragunov sempre gostou da patrulha noturna e naquela em particular a lua estava impressionante, o que tornava a noite ainda mais agradável. Talvez isso fosse por fazer tanto tempo que ele não parava para observá-la. Normalmente suas missões são sempre tão corridas que não dá tempo pra notar qualquer coisa fora de seu objetivo, dessa vez como tratava-se de algo mais simples, haveria tempo. Várias duplas de soldados foram espalhadas para patrulhar o mar e a costa da Síria. Dragunov fui designado para o mar com apenas um outro soldado, chamado Nikolai Gomlevsky. Era um jovem ainda inexperiente, então fora deixado com um soldado mais antigo para que aprendesse um pouco com o mais velho. Dragunov odiava a companhia de recrutas mais jovens, eles sempre perguntavam demais. Esse não tinha nada pra ser diferente dos outros que já o acompanharam.

Naquela noite, estavam em um bote militar, ambos devidamente equipados para eliminar qualquer criatura hostil que se aproximasse. Cada soldado SPETSNAZ normalmente porta uma faca com lâmina arremessável, capaz de atingir alvos a 10 metros com uma força superior a de cinco homens médios. A pistola pesada PMM Makarov e sua versão com silenciador PB69P em 9x18mm, além do revólver UDAR12.3mm. O rapaz levava também a submetralhadora PP-91 KEDR com silenciador KEDR B 9x18mm e Dragunov uma espingarda RMB-93, em calibre 12 e KS-23M, com projéteis perfurantes em 23 mm. Para outras missões haviam muito mais variantes, mas naquele caso não seria necessário armamento mais específico como lança-mísseis ou rifles de precisão. O bote era pequeno, o rapaz ia sentado remando, de frente para o mais velho e de costas para o caminho, sentado no meio do bote militar e Dragunov estava mais na ponta, com a submetralhadora em mãos, prevenido caso fossem atacados. O garoto não calava a boca, enchendo de perguntas, todas respondidas em frases curtas e rápidas para cortar o assunto, mas não adiantava, ele perguntava demais.

Ele tentava manter os sentidos apurados mais atentos ao ambiente, tentando ignorar um pouco a voz do rapaz que insistia em sanar todas as suas dúvidas com o mais velho. O soldado ouviu um movimento nas águas, poderia ser apenas um animal marinho, mas também poderia se tratar de um batedor. Elevou a mão direita sinalizando que o rapaz se calasse para que ele pudesse me concentrar no que ouvia. Seus olhos percorriam toda a extensão do mar que alcançavam, notando apenas pequenas ondulações. Após olhar para todos os lados e perceber que o movimento das águas cessava, Dragunov abaixava a mão, em sinal de relaxamento, porém ainda permanecendo alerta, com os olhos fixos na água. O rapaz emudecia e isso aliviava os ouvidos do mais velho, que já estava cansado de tanta conversa fiada. Por sorte, quando o rapaz ia voltar a falar, o soldado avistou a primeiro-sargento Todorov, que acenava pra ele do outro lado da margem, onde o aguardava.


SPETSNAZ
Special Forces of the Main Intelligence Department of the General Staff of the Russia Federation
Spetsgruppa "Vympel" - Section XIII - Kresnick Project
avatar
Vincent Dragunov



Idade : 92
Mensagens : 120
Localização : Ak-Dovurak, Federação Russa

Ficha do personagem
Espécie :
Classe:
Nível: 01

http://sergeidragunov.wix.com/kmoim

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum